Programa de Fomento Rural beneficia 183 famílias no município

Salto do Jacuí

Programa de Fomento Rural beneficia 183 famílias

O Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais beneficiará 183 famílias de pescadores, indígenas, quilombolas rurais e agricultores familiares em Salto do Jacuí.

Cada família receberá R$ 4.600,00, em duas etapas, repassados pelo Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome. Executado pela Emater/RS-Ascar, o programa contempla famílias com inscrição no Cadastro Único, que estejam na faixa de renda per capta de até R$ 109,00 e residam no meio rural. Esse é referente a Etapa-Estiagem e começou a ser elaborado em outubro de 2023.

Na terça (06), famílias indígenas Guarani participaram de demonstração técnica realizada pela Cotriel para uso do Tratorito, um dos implementos adquiridos com o recurso. Acompanhados do chefe do escritório da Emater/RS-Ascar, Leandro Carvalho, da extensionista, Tânia Treviso e do secretário Municipal de Agricultura, Júlio Bender, as famílias indígenas relataram que o programa é excelente e ajuda muito, além disso agradeceram a dedicação e o trabalho dos técnicos da Emater que assessoraram na elaboração dos projetos.

Em Salto do Jacuí serão beneficiadas 183 famílias: 34 de agricultores familiares, 111 indígenas, 26 quilombolas rurais e 11 pescadores. Elas foram selecionadas por um comitê gestor que seguiu os critérios determinados pelo governo federal.

O programa consiste em fomentar a atividade produtiva rural agrícola e pecuária e não agrícolas desde que seja essa atividade a renda principal para sustento da família. Além disso, visa a inclusão social, a promoção da cidadania, a gestão do recurso e a melhoria da qualidade de vida das famílias em situação de vulnerabilidade.

O valor a ser repassado às famílias é de R$ 4.600,00 em duas etapas. A Emater realiza o assessoramento e a assistência técnica através da realização de um diagnóstico onde são identificadas demandas das famílias. Em seguida é realizado o projeto produtivo, tal projeto só poderá ser usado para produzir alimento ou gerar renda. Após a elaboração do projeto, que determina onde a família vai usar o recurso, o Ministério faz a liberação da primeira parcela no valor de R$ 2.600. Os beneficiários investem em compra de implementos, porcos, frangos e materiais para o abrigo dos animais, entre outros.

As famílias são acompanhadas durante o processo. É necessária uma avaliação de execução do projeto para que o governo federal libere o restante do recurso. Os que não cumprem ficam impedidos de serem beneficiados em futuros programas do Ministério.

A estimativa é que o programa injete no município cerca de R$ 900.000,00, o que é positivo para o comércio local, pois todo recurso investido aqui, vai gerar renda para o município e também retorno de ICMS.

Comunicação/Prefeitura de Salto do Jacuí

 

 

Anterior Ponto facultativo na segunda

Endereço: Avenida Hermogêno Cursino dos Santos, 342

Menino Deus, CEP: 99440-000 Salto do Jacuí – RS

Expediente:

De segunda a sexta-feira

Manhâ: Das 08h às 11h30

Tarde: Das 13h30 às 17h

© 2023 Prefeitura Municipal Salto do Jacuí. Desenvolvido por Projetos & Assessoria - Todos os direitos reservados

Pular para o conteúdo